22 de junho de 2010

jogo dos movimentos!!!


Este jogo é muito útil para animar a turma... Você pode inserir perguntas e mudas as tarefas de cada quadrado!

Sugestão: criá-lo em tamanho gigante para que os jogadores sejam as próprias peças do jogo!

Ou você pode simplesmente imprimi-lo e jogar com bonecos.

Bem o desenvolvimento e a criação ficam ao seu critério!

Boa sorte e DIVERTAM-SE... Isso é o mais importante!



Sempre que você pensar que Deus não pode usá-lo, lembre-se que...



ABRAÃO era velho demais
ISAQUE era um sonhador.
JACÓ era um mentiroso.
MOISÉS tinha um problema de gagueira.
GIDEÃO estava com medo.
SANSÃO tinha cabelo comprido e era um mulherengo!
RAABE era uma prostituta!
JEREMIAS e TIMÓTEO eram jovens demais.
DAVI teve um adultério e foi um assassino.
ISAIAS pregou pelado.
JONAS fugiu de Deus.
NOEMI era uma viúva.
faliu.
JOÃO BATISTA comia gafanhotos
PEDRO negou Cristo.
Os DISCIPULOS caíram no sono enquanto oravam.
MARTA se preocupava com tudo.
MARIA MADALENA foi, bem, você sabe...
A MULHER SAMARITANA tinha se divorciado, e teve maridos que não eram dela...
ZAQUEU era pequeno demais.
PAULO era religioso demais (fanático).
TIMÓTEO tinha uma úlcera.
E LÁZARO ESTAVA MORTO! ...
Lembre-se que assim como tantos outros que por aqui passaram, nós temos fraquezas e defeitos, mas muito, além disso, temos a graça de Deus para levarmos a diante a nossa missão.
Agora não tem mais desculpas...
Deus esta esperando usar todo o seu potencial!!!!!!!

18 de junho de 2010

Queimada maluca!

Nesse jogo ninguém fica de fora. As regras são as mesmas da queimada, mas a diferença é que o atingido, ao invés de sair, passa para o outro time.

(recomendo o uso de bolas mais macias)

Como dirigir brincadeiras?(Dicas)


Tenho observado que alguns orientadores, apesar de ser muito bom, não conseguem um controle sobre seus grupos de ensino e evangelização. Uma das horas mais difíceis é das brincadeiras que acabam transformando-se em uma verdadeira desordem.
Então apresento algumas dicas!Espero que possam ajudar
Preparação — Selecione as brincadeiras e separe todo o material necessário para o desenvolvimento de cada uma.
1. Condução. Evite intervalos entre uma brincadeira e outra. Se possível, enquanto uma pessoa desenvolve uma brincadeira, outro líder deve estar preparando a seguinte. Comece sempre com uma brincadeira do tipo “quebra-gelo”.
2. Apresentação. Anuncie o nome da brincadeira. Isso ajuda a identificar a atividade, facilitando a compreensão e a participação.
3. Formação. Forme os grupos que participarão e a posição que devem adotar (em círculo, sentados, em filas de frente uma para a outra etc.).
4. Explicação. Explique cada brincadeira. Como inicia pontuação, término... etc.
5. Demonstração. Execute as etapas da atividade, salientando os pontos mais difíceis, para que todos captem a idéia dos passos a seguir.
6. ‘Alguém tem dúvidas?”Faça sempre essa pergunta.
7. O sinal para começar. Deve ser claro e depois de um breve suspense, para criar expectativa.
8. Durante a atividade. As palavras-chave são: controle, motivação, entusiasmo e participação. Apesar de sermos os condutores da brincadeira, deveríamos atuar como quem está se “divertindo como louco” gritando, sorrindo, motivando quem fica para trás.
9. Final Um apito, ou bater palmas seguido de um sinal com o braço levantado e a mão aberta, ou simplesmente um grito bem claro: “Parou!”

15 de junho de 2010

Família




"A verdadeira família é aquela unida pelo espírito e não pelo sangue."

(Luiz Gasparetto)

Massa de modelar caseira


Ingredientes:

04 xícaras de farinha de trigo

01 xícara de sal

1 e 1/2 xícara de água

1 colher (sopa) de óleo

Corante alimentício de várias cores (a venda em supermercados)


Modo de fazer: Misture tudo muito bem, amassando com as mãos. Separe por cores e guarde em sacos plásticos para que durem por mais tempo.

Essa massa de modelar pode ser utilizada por pessoas de qualquer idade, já que em caso de ingestão ela não faz mal.


Incentive o uso da imaginação e crie o que quiser...

14 de junho de 2010

10 de junho de 2010

Poema : Desejos

Desejo primeiro que você ame,
E que amando, também seja amado.
E que se não for, seja breve em esquecer.
E que esquecendo, não guarde mágoa.
Desejo, pois, que não seja assim,
Mas se for, saiba ser sem desesperar.
Desejo também que tenha amigos,
Que mesmo maus e inconseqüentes,
Sejam corajosos e fiéis,
E que pelo menos num deles
Você possa confiar sem duvidar.
E porque a vida é assim,

Desejo ainda que você tenha inimigos.
Nem muitos, nem poucos,
Mas na medida exata para que, algumas vezes,
Você se interpele a respeito
De suas próprias certezas.
E que entre eles, haja pelo menos um que seja justo,
Para que você não se sinta demasiado seguro.
Desejo depois que você seja útil,
Mas não insubstituível.
E que nos maus momentos,
Quando não restar mais nada,
Essa utilidade seja suficiente para manter você de pé.
Desejo ainda que você seja tolerante,
Não com os que erram pouco, porque isso é fácil,
Mas com os que erram muito e irremediavelmente,
E que fazendo bom uso dessa tolerância,
Você sirva de exemplo aos outros.
Desejo que você, sendo jovem,
Não amadureça depressa demais,
E que sendo maduro, não insista em rejuvenescer
E que sendo velho, não se dedique ao desespero.
Porque cada idade tem o seu prazer e a sua dor e
É preciso deixar que eles escorram por entre nós.
Desejo por sinal que você seja triste,
Não o ano todo, mas apenas um dia.
Mas que nesse dia descubra
Que o riso diário é bom,
O riso habitual é insosso e o riso constante é insano.
Desejo que você descubra ,
Com o máximo de urgência,
Acima e a respeito de tudo, que existem oprimidos,
Injustiçados e infelizes, e que estão à sua volta.
Desejo ainda que você afague um gato,
Alimente um cuco e ouça o joão-de-barro
Erguer triunfante o seu canto matinal
Porque, assim, você se sentirá bem por nada.
Desejo também que você plante uma semente,
Por mais minúscula que seja,
E acompanhe o seu crescimento,
Muitas vidas é feita uma árvore.
Desejo, outrossim, que você tenha dinheiro,
Porque é preciso ser prático.
E que pelo menos uma vez por ano
Coloque um pouco dele
Na sua frente e diga "Isso é meu",
Só para que fique bem claro quem é o dono de quem.
Desejo também que nenhum de seus afetos morra,
Por ele e por você,
Mas que se morrer, você possa chorar
Sem se lamentar e sofrer sem se culpar.
Desejo por fim que você sendo homem,
Tenha uma boa mulher,
E que sendo mulher,
Tenha um bom homem
E que se amem hoje, amanhã e nos dias seguintes,
E quando estiverem exaustos e sorridentes,
Ainda haja amor para recomeçar.
E se tudo isso acontecer,
Não tenho mais nada a te desejar ".


Autor: Victor hugo.

6 de junho de 2010

SEU NOÉ; POSSO IR?

Material: Máscaras ou cartões com nomes de bichos, uma para cada criança.
Antes da brincadeira distribua os cartões ou máscaras. Cada criança será então o animal que está descrito no seu cartão. Cada criança só poderá andar quando o Noé chamar o nome do bicho e deverá imitar o passo do bicho.
Uma das crianças (ou um adulto) é escolhida para ser o Noé e fica num lado da sala. Todas as outras crianças ficaram no outro lado da sala, de frente para o Noé.
As crianças então perguntam: "Seu Noé posso ir? Quantos passos?"
O Noé responde, por exemplo: "5 passos de coelho".
Assim, as crianças com máscara/cartão de coelho devem dar 5 pulinhos para frente.
E assim sucessivamente: as crianças perguntando e o Noé dando as instruções: tantos passos de tal bicho.
Combinamos que se o Noé dissesse "5 passos de bicharada" todas as crianças andariam, cada qual imitando o seu próprio bicho.
A sugestão é que atrás do Noé haja uma porta ou local que represente a arca e as crianças, à medida que vão chegando perto do Noé são encaminhas para dentro deste local. Após a brincadeira (todas as crianças dentro da "arca") pode-se contar a história do dilúvio ou fazer alguma atividade relacionada.
Lembre-se de pedir ao Noé que distribua bem os passos, para que não fiquem crianças muito atrás. E também que ele não se empolgue e diga de uma vez só todos os passos necessários para atravessar a sala.

FRASES EM QUEBRA-CABEÇA


a) Bíblia, história de um povo vivida e escrita em mutirão.
b) Bíblia é a história de um povo que encontrou Deus e como Deus conduziu o seu povo.
c) A Bíblia é uma espécie de Biblioteca. Contém 73 livros diferentes.
d) A Bíblia está em função da vida.
e) O fio condutor da Bíblia é a Aliança: pacto de amor entre Deus e seu povo.
f) A Bíblia é a palavra que nos faz olhar a realidade, escutar o clamor do povo, arder o coração para amar a Deus e ao próximo.
(A) - Escrever as frases em faixas e transformá-las em um quebra-cabeça.
- Dar a cada grupo um envelope com o quebra-cabeça.
- Fazer o grupo montar a frase, discuti-la e apresentá-la a todos os participantes.
(B) - Usar uma frase única, por exemplo, a 1ª colocada acima.
- Escrever várias vezes a mesma frase.
- Ao recortá-la em pedaços, estes devem ser misturados, pelo menos um pedaço, e colocados em um envelope.
- Cada grupo tenta montar o quebra-cabeça, mas vai encontrar dificuldade. Estas serão solucionadas quando o grupo perceber que parte de sua frase está com outro grupo.
- A discussão precisa estar voltada ao que diz a frase e às dificuldades encontradas na montagem

A ESTRUTURA DA MISSA CATÓLICA

A missa, na acepção simplificativa popular, é a celebração dominical comunitária do mistério pascal. Ela é essencialmente, uma memória do evento em que Cristo passou do estado de fraqueza e de enfermidade na carne ao estado de glória, no qual o Pai o constituiu Senhor da história e do cosmo e "espírito vivificante" para toda criatura.


Uma missa católica geralmente contém cinco partes bem definidas:

- RITOS DE ENTRADA:
Compostos pela "saudação trinitária" pronunciada pelo sacerdote, a quem se une a assembléia; pela recíproca "confissão comunitária"; pela "imploração" da divina misericórdia com o canto do "Kyrie", alternado entre o celebrante e os fiéis; e o hino de louvor do "Glória", recitado pelo celebrante juntamente com os fiéis.

- LITURGIA DA PALAVRA:
contém o "salmo responsorial", escandido entre leitor e comunidade, o "canto aleluítico", que precede a "liturgia Verbi" extraído de um dos quatro evangelistas segundo o ciclo anual; a esta segue a "homilia", meditação aprofundada da proclamação da Palavra. A profissão de fé com o "Credo", recitado pela assembléia juntamente com o sacerdote, é como um grande e coletivo "Amém" a que se segue "a oração dos fiéis", intercessão pelas necessidades universais.

- LITURGIA EUCARÍSTICA:
aqui começa a fase estritamente sacramental da celebração: a atenção litúrgica desloca-se do ambão para o altar por meio do "ofertório", ou seja, a oferta do pão e do vinho com a segunda oração presidencial, a "oração sobre as oferendas"; segue-se a "oração eucarística", que é recitada somente pelo celebrante. Terminado o prefácio, o celebrante convoca toda a assembléia ao tríplice louvor do "Sanctus" para se recolher em seguida na "palavra-memorial" ou epiclese consecratória sob intercessão do Espírito Santo, segue-se a grande oração das "intercessões", união da Igreja itinerante com a Igreja gloriosa, agradecimento e intercessão ao mesmo tempo.

- RITOS DE COMUNHÃO :
constam da oração comunitária do "Pai Nosso", ponte entre a consagração e a consumação do banquete; depois vem a "doxologia-aclamação" da assembléia, o augúrio e "a troca da paz", a "fractio panis" com a invocação no "Agnus Dei" e o convívio, sinal do banquete no Reino; terminam os ritos com a terceira oração presidencial, expressão de reconhecimento e súplica de eficácia do mistério celebrado.

- RITOS DE DESPEDIDA: 
podem conter avisos do celebrante à comunidade, além da saudação final, do "a missa terminou, ide em paz" e da bênção, além de música final.

Imagens que evangelizam !!

...Rever o nosso coração...


Precisamos sempre rever o nosso coração e dizer: Eu não preciso mais disso!
As mágoas, tristezas, as decepções não me trazem benefício.
 E quando só ficarem as lembranças das alegrias, do bem que nos fizeram,
do amor que nos foi dado, mais espaço haverá para novas experiências, e novas conquistas.



 Boas novas experiencias para você com seu "coração renovado."

4 de junho de 2010

Corpus Christi

Corpus Christi (expressão latina que significa Corpo de Cristo) é uma festa que celebra a presença real e substancial de Cristo na Eucaristia.
A origem da Solenidade do Corpo e Sangue de Cristo remonta ao Século XIII. A Igreja Católica sentiu necessidade de realçar a presença real do "Cristo todo" no pão consagrado. A Festa de Corpus Christi foi instituída pelo Papa Urbano IV com a Bula ‘Transiturus’ de 11 de agosto de 1264, para ser realizada na quinta-feira seguinte ao domingo da Santíssima Trindade que, por sua vez, acontece no domingo seguinte ao de Pentecostes. É uma festa de 'preceito', isto é, para os católicos é de comparecimento “obrigatório” participar da Missa neste dia.
O Papa Urbano IV foi o cônego Tiago Pantaleão de Troyes, arcediago do Cabido Diocesano de Liège na Bélgica, que recebeu o segredo das visões da freira agostiniana, Juliana de Mont Cornillon, que exigiam uma festa da Eucaristia no Ano Litúrgico. Conta a história que um sacerdote chamado Pedro de Praga, de costumes irrepreensíveis, vivia angustiado por dúvidas sobre a presença de Cristo na Eucaristia. Decidiu então ir a peregrinação ao túmulo dos apóstolos Pedro e Paulo em Roma, para pedir o Dom da fé. Ao passar por Bolsena (Itália), enquanto celebrava a Santa Missa, foi novamente acometido da dúvida. Na hora da Consagração veio-lhe a resposta em forma de milagre: a Hóstia branca transformou-se em carne viva, respingando sangue, manchando o corporal, os sangüíneos e as toalhas do altar sem, no entanto manchar as mãos do sacerdote, pois, a parte da Hóstia que estava entre seus dedos, conservou as características de pão ázimo. Por solicitação do Papa Urbano IV, que na época governava a igreja, os objetos milagrosos foram para Orviedo em grande procissão, sendo recebidos solenemente por sua santidade e levados para a Catedral de Santa Prisca. Esta foi à primeira procissão do Corporal Eucarístico. A 11 de agosto de 1264, o Papa lançou de Orviedo para o mundo católico através da bula Transiturus do Mundo o preceito de uma festa com extraordinária solenidade em honra do Corpo do Senhor.
A festa de Corpus Christi foi decretada em 1264. O decreto de Urbano IV teve pouca repercussão, porque o Papa morreu em seguida. Mas se propagou por algumas igrejas, como na diocese de Colônia na Alemanha, onde Corpus Christi é celebrada desde antes de 1270. A procissão surgiu em Colônia e difundiu-se primeiro na Alemanha, depois na França e na Itália. Em Roma é encontrada desde 1350.
A Eucaristia é um dos sete sacramentos e foi instituído na Última Ceia, quando Jesus disse: ‘Este é o meu corpo... Isto é o meu sangue... Fazei isto em memória de mim’. Porque a Eucaristia foi celebrada pela 1ª vez na Quinta-Feira Santa, Corpus Christi se celebra sempre numa quinta-feira após o domingo da Santíssima Trindade. Corpus Christi é celebrado 60 dias após a páscoa.

1 de junho de 2010

Espelho




Material nessessario: uma caixa  e um espelho
Coloque o espelho dentro da caixa e nao deixe ninguem ver o que tem dentro dela até chegar a hora certa .
Objetivo: Partilha dos sentimentos.
Desenvolvimento: O ambiente deve ser silencioso.
Cada um deve pensar em alguém que lhe seja muito importante, aquém gostaria da atenção em todos os momentos, alguém que se ama de verdade, que merece todo cuidado.
Entrar em contato com essa pessoa e pensar os motivos eu os tornam tão amada.
(Deixar tempo para interiorização).
Agora cada um vai encontrar a pessoa que lhe tem um grande significado.
Cada um em silêncio profundo se dirige até a caixa, olha a tampa e volta em silêncio para seu lugar. Depois se faz a partilha dos próprios sentimentos, das reflexões e conclusões de cada um.
Palavra de Deus: Lc 12.1-3  Sl 131